Por que no Egito Antigo os gatos eram considerados deuses?

13095748_1179909115361044_4664201486152086060_n

Você sabia que os gatos já foram reverenciados e idolatrados, inclusive caracterizados como seres sagrados?
No Egito Antigo, esses pequenos animais eram venerados como verdadeiros deuses. Existem diversas inscri~ções nas pirâmides, figuras e estátuas em adoração ao bichanos.

Um dos maiores fatores que possivelmente contribuiu para que os egípcios venerassem os gatos foi que os animais ajudavam na eliminação de uma das maiores pragas da época: os ratos que infestavam a região e se multiplicavam de maneira assustadora, destruindo as colheitas de grãos e cereais, além de espalharem doenças. Quando a população observou que os gatos estavam conseguindo controlar e reduzir significativamente o número de roedores, os egípcios começaram a tratar os animais como membros da família. O processo que resultou na adoração dos bichanos também contou com participação direta das autoridades, pois antes de o animal ser tido como um ser sagrado, muitos deles eram mortos para serem utilizados como prato principal nas margens do rio Nilo.

Os bichos representavam cada um de seus deuses através de imagens com aspectos humanos e cabeça de animal. Todos os deuses eram relacionados aos animais escolhidos como personificação exata das próprias divindades. Assim como os seres humanos, os animais também eram mumificados para assim poderem ser preservados fisicamente no além, de acordo com a dos egípcios.

A deusa Bastet representava muito bem o vislumbre do Egito Antigo com o gato. Uma mulher com a cabeça de gato simbolizava a deusa e representava os poderes providos do Sol. Seu templo se chamava Bubastis – que significava Casa de Bastet – e foi instituída como divindade desde o Império Antigo (c. 2575 a 2134 a.C.). Suas efígies eram bastante numerosas, existindo, hoje, muitos exemplares delas espalhadas pelo mundo. Essa divindade também estava associada à Lua e protegia os partos e as mulheres grávidas de doenças e dos maus espíritos. As mulheres também adotavam os gatos como símbolos da beleza plena e pintavam os olhos para simular o contorno perfeito do olhar felino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *